quarta-feira, 26 de setembro de 2012

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Fat, Angry & Green


Tirar doce de uma criança pode até ser fácil, se ela tiver uns 8 meses e você aguentar o choro depois, mas ainda assim, nem se compara ao perigo de tirar comida de um gordo. Eu não lembro o nome de uma mulher que foi no Jô certa vez e disse "comida é a minha cachaça", mas sei que compartilho o mesmo vício que ela. 

E se você não arrancaria um cigarro da mão de um fumante quando ele está estressado com medo de levar uma muqueta na cara... não tire comida de um gordo tenso. Se você não assopraria a cocaína de uma viciada que deu o cu pra comprar aquele pino com medo que ela te dê uma facada... não  tire a comida de um gordo tenso.

Ontem, O Adalberto, em sua inocência de um cachorrinho recém nascido tentando atravessar a rua, tirou um bolinho de chocolate que a Nágela nos deu da minha mão, bem na hora que eu ia descontar minhas frustrações da aula de edição nele - porque é assim que funciona, como cigarro e cocaína, comida, é uma drooooooooga - e na boa, sorte a dele que não ando por aí com uma arma no bolso, pois naquele momento que ele arrancou o bolinho da discórdia, eu senti fumaça saíndo das  minhas orelhas  e achei que ficaria verde, verde igual o motherfucking HULK!!!

Sério, imagina a notícia "garota atinge colega de sala com tiro na cabeça, após ele tentar impedí-la de comer um doce". Já vejo até os comentários no UOL, questionando a legalização das armas, problemas psicológicos e obesidade.

Eu tenho uma relação de amor e ódio com comida. Eu tenho uma relação de 5% amor e 95% ódio com o mundo. Então agora aviso e já deixo todos preparados: não tirem comida de mim. Pode parecer algo banal, mas sei lá, né? Vai que tipo, eu fui atingida por radiação na infância e condenada a viver com um alter-ego obscuro que aparece toda vez que sinto alguma ameaça envolvendo... bolinhos? Nunca se sabe. Nuuunca se sabe.

Minha tonalidade logo após o ocorrido.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

A voz de Peter Hernadez

Olha, o Bruno Mars podia ser um atendente do Mc Donalds, que quando ele me perguntasse "boa tarde, qual seu pedido?" eu provavelmente sentiria minha calcinha umedecer e diria "ter você, seu lindo!".

Na boa, essa voz dele, não só cantando, mas também falando, é linda e sexy.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Natalia Kills

Guardem este nome
Se vão ouvir novamente um dia, não garanto, mas deveriam
Não sei porque ela não faz sucesso de vez
Ela é foda, visual foda, clipes foda, letras foda, músicas foda... nome foda

Vídeo novo (sem nem dizer o quanto amei a música, sei nem dizer!!!)



Free (minha preferida, que ouço no repeat)



Kill My Boyfriend (adoro a fotografia desse clipe) 

domingo, 9 de setembro de 2012

Tunnel

Olha, tirando a nega chapada que me bolinou e estragou minha meia calça, foi tudo muito divertido e engraçado!


Tiffany e Brittany Wilson


Adalbundo e Malu Mother (que subiu no palco e ganhou o concurso de dança!)


Me maquiando alcoolizada. Sempre fica melhor do que sóbria, don't know why


The one and only... Silvetty Montilla (que elogiou minha maquiagem, haha)


Antes de sair, o tal make, que foi feito após uns drinks também, heh

O Analba achou o vídeo da apresentação da Silvetty... Em 18:53 que ela comenta, haha... e realmente parece que tentei pegar o anel, mas estava só dizendo"obrigada".



Quem fez sua maquiagem, Chico Xavier?

DAFUQ?

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

23, de dezembro, de 2009

video

Poderia explicar o vídeo, mas sem descrição ele se torna algo tão sem sentido, que vou deixar assim.

Confessions of a Shopaholic

Assisti e assim que terminou, eu odiei. WHY? Bem, algumas pessoas podem achar engraçado ter certa identificação com personagens assim, mas eu não. Me deprime. Não é quem eu quero ser.