segunda-feira, 30 de março de 2009

As vezes eu penso que só o dia em que eu for morar com o Júpiter Maça vou me sentir em casa. Posso até imaginar nós dois usando girias em inglês o tempo todo e ele preparando bisteca do elvis pro jantar.

sábado, 28 de março de 2009

Tá com calor? Quer se refrescar? Vai chupar rôla.

Às vezes eu deixo a ira tomar conta de mim. É uma possessão quase que prazerosa, pelo sentimento sádico, trazido da certeza que aquilo não me faz bem. Os remorsos, as culpas, viajam pelas minhas veias. E então vem o desejo de me machucar. Eu preciso ser punida para que aprenda de uma vez por toda a não ceder a certos sentimentos. A tentação nos leva a recaída. E uma vez no chão, volta-se a eterna luta, cansativa e repetitiva para se reerguer. Atormenta por dúvidas, questionamentos... e a solidão.


quinta-feira, 26 de março de 2009

Breakdown


I always keep my private life private. I don’t really like how my life it’s, how it has been for the last years... But I know I will someday, when everything come together and start to make sense. When I finally get the gain from the pain. Till there, there’s not much to be proud of, I’m still discovering the lessons of life before I can brag about what I’ve learned.
I know I’m always making jokes, being stupid, cheering everybody up… That’s the way I instinctively found to hide my suffering. Being in my shoes it’s just too hard. So much stuff, so many problems, real problems, just too hard to handle.

terça-feira, 24 de março de 2009

COM TODO RESPEITO...

Eu não costumo fazer posts sérios, mas ultimamente eu tenho feito muitas coisas das quais eu não estou acostumada. Esse post, seria a mais banal de todas elas na verdade.
Vamos lá... algo que eu tenho questionado muito ultimamente é a vida e seu significado. Pra ser mais especifica, tenho buscado entender e analisar as crenças sobre o mundo espiritual. A que mais tem me incomodado é a da reencarnação e outra parecida, a do karma. Ao meu ponto de vista, que faço questão de expor para as pessoas, em busca de alguma resposta ou ao menos uma teoria convincente (até hoje não consegui ambas) é de que tais possibilidades de continuação da vida pós morte, tratam-se de uma estupidez, sim, acho estúpida a idéia de que sua alma pode ter várias vidas e em cada uma delas, pagar pelos erros cometidos nas anteriores. Primeiro que... o que é a vida, o que somos nós senão nossa conciencia? A partir do momento em que a reencarnação ocorre, isso lhe é apagado. Em um exemplo bobo, porém capaz de mostrar o que quero dizer: eu fui Jõao, um rico empresário ambicioso e egoísta, na minha próxima vida, "volto" com Carla, uma mãe solteira de 6 filhos, que tem que lutar para sustentá-los e a partir daí, supostamente, aprender minha lição. Ok... será que só eu percebo a injustiça que isso seria? João simplesmente morreu. O que ele cometeu de erros em sua vida e não pagou nela, não está sendo pago por Carla. A conciência de João morreu, ele não existe mais. O que existe é outra conciencia, sendo assim, outra vida, sem memórias e a partir daí, não responsável por erros cometidos em outra encarnação. Arrrrgh é tanta babaquice que eu não aguento. E a Carla ainda é capaz de reencarnar em outro destino fodido, para pagar os pecados de sua vida, dando inicio a um ciclo sem fim e sem sentido, além de injusto demais para que eu acredite. O mundo espiritual deve ser melhor e maior que todos nós, acreditar em uma besteira dessas é subestimar o que possivelmente há de mais sábio no universo.
Até ateus me irritam menos.

Eu que há dias...

... mencionei sobre o quanto queria ter uma irmã gêmea, descobri que tenho um irmão, pior, é que eu sou apaixonada por ele... incesto total!



Compare as fotos!







Jukka!!!!!!! UAHAUAHAUAHAUHAUAHA


sábado, 21 de março de 2009

video

Reparem em 00:25 que a Glê começa a rir... e é a hora que eu me enrolo! Como eu explico na língua dos mongos (por isso a legenda) um emo, todo de preto e levemente gatinho havia passado e ficou olhando com uma cara hilária de "what the fuck" enquanto eu segurava a camera pra me filmar...

E dando continuidade a moda teen citada no vídeo, percebam abaixo que com um pouco de técnica eu e a Glê nos passamos facilmente por adolescentes de 14 anos!

quarta-feira, 18 de março de 2009

CO method

Não há nada referente ao Yoñlu que consiga passar batido por mim. Eu sei que o caso dele mexeu e ainda mexe com a cabeça de muita gente. Toda vez que a história dele vem a tona na minha cabeça - como hoje, quando eu e a Lenore estávamos falando sobre suicídio no msn - eu fico me questionando... qual o real motivo, a razão maior dele ter decidido por um fim em sua vida. Eu já li de tudo, desde teorias de fãs póstumos, até entrevistas com familiares e o próprio psicólogo dele. Ainda assim, nada me pareceu convincente o bastante. Talvez nem haja muito o que entender...
Uma vez, há quase 1 ano, eu estava conversando sobre isso com minha irmã Cármen, comentando o quanto me parecia injusto que alguém inteligente e talentoso como ele deixe esse mundo tão cedo, enquanto uma cambada de gente i-g-n-o-r-a-n-t-e prefere permanecer tranquilamente até a velhice deprimente...

e ela então mencionou um trecho da música que Don McClean (de American Pie) fez pro Van Gogh:

And when no hope was left in sight, on that starry starry night

You took your life as lovers often do

But I could have told you, Vincent

This world was never meant for one as beautiful as you



terça-feira, 17 de março de 2009

Movies... always



Então, assisti Alma Perdida, pelo menos acho que é esse o nome que deram aqui no Brasil, sei que o título orginal é The Unborn. Coincidência bizarra eu ver esse filme depois do post anterior a esse...*medo* (isso por que eu ainda ia filosofar sobre como sempre sonhei em ter uma irmã gemea, mas na hora fiquei com preguiça, hehe)
Tem umas cenas um tanto clássicas e repetitivas de filmes de horror/terror/suspense/whatever...
Gostei até...

Outro filme que finalmente assisti é Apenas Amigos (Just Friends). AMEEEEI! Achei que ia gostar pela história do ex-gordinho vingativo, mas a Anna Faris rouba a cena como ninguém. Essa atriz é ridiculamente maravilhosa! Hahaha!




E nesse momento eu tô assistindo (ok, tá no pause) The House Bunny, com a Anna também. Nada mais justo ver esse filme, já que eu não perco um episódio de The Girls of the Playboy Mansion... Sem falar que é sempre legal descobrir no meio do filme que o vocalista de uma das suas bandas preferidas faz parte do elenco!




Quando eu era criança, assisti um filme antigo de duas amigas que queriam ser playmates, algo assim... me lembro de uma cena que ela brigam por um doce... aff... não sei o nome do filme e não encontro na internet... passou no telecine há uns 10 anos! Com quem eu tô falando anyway? Bem... é isso.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Verdade seja dita:

Aquário: Você provavelmente não é desse planeta. Tem uma mente inventiva e dirigida para o progresso. Você mente e comete os mesmos erros repetidamente porque é imbecil e teimoso. Você adora ser o “do contra”. Pensa que tem opinião formada sobre tudo. Na verdade, você é egoísta e gosta mesmo é de aparecer. Mesmo que esteja entre um milhão de pessoas, você quer ser o diferente. Você nunca segue os padrões. Isso faz de você um metido nojento. Você se acha o moderninho. Acha que está à frente dos outros signos do zodíaco. Você não tem nenhuma moral. Se você for homem deve ser um galinha e, se for mulher, aposto que nem perguntou o nome do último cara com quem dormiu!

Eu colocaria em negrito as partes que me identifiquei mais, mas devo confessar que o texto inteirinho me parece bastante condizente com a minha personalidade.

segunda-feira, 9 de março de 2009

Leia, imprima e releia toda manhã.

As pessoas confundem as coisas de uma forma lamentável. Eu ainda acho que se parassem 2 minutos pra pensar, não confundiriam tanto. Mas sabe como é... são todos acomodados na própria ignorância. Acham que ser autêntico é aceitar seus defeitos, suas falhas e ainda impor sua estupidez. Conheço um monte de gente naquela comunidade do orkut "Sou assim e não vou mudar!". Cambada de trouxa!
Como diz o Pensador "seja você mesmo, mas não seja sempre o mesmo". Nisso sim eu acredito. Quem não muda, simplesmente não evolui! Quem não evolui, devia se trancar em casa e deixar a sociedade pra aqueles que souberam crescer. Imagine, que mundo feliz seria esse...

sábado, 7 de março de 2009

There's 52 ways to murder anyone...

No meu mundinho particular, com meu gosto peculiar, eu acabo tendo interesse por assuntos que não causam tanta curiosidade ou admiração na maioria das pessoas. Tipo ufologia, assunto que eu posso falar durante horas, sem que me levem a sério por 2 minutos. E também, meu preferido... SERIAL KILLERS! Eu sou fascinada! Leio, devoro documentários e relatos sobre eles. Gosto de saber sobre a infância, a família, o ambiente em que cresceram, a adolescência, os primeiros sinais, as possíveis justificativas e influências, os crimes, o modus operandi, a investigação, a prisão, a defesa e acusação, até a pena final.

Ted é meu ''preferido".

Há um tempo eu havia achado um vídeo dele no youtube, com imagens e fotos, além de Saturday Night do Misfits de fundo. O vídeo saiu do ar do nada e eu fiquei puta! Daí apareceu novamente com outra música de fundo, então eu baixei o clipe, tirei o aúdio trocado e coloquei Misfits de novo!

Eu diria "enjoy", mas só eu sou capaz disso... hehehehe


video

terça-feira, 3 de março de 2009

Pedofilia?

Heh!

O pessoal tá levando de boa o namoro daquele entojo da Malu Magalhães, com aquele terrorista look alike do Marcelo Camelo. Será que se eu saísse por aí com o Angus T. Jones ia ter gente apontando? Sério! Morro de amores por ele. Comeria... com medo de ir pra cadeia.