quarta-feira, 1 de julho de 2009

19/07/1924 - 28/06/2009

video
Eu queria ter tido mais tempo com você. Não da forma que o senhor estava nos últimos anos, mas sua versão jovem e cheia de vida, que eu peguei um pouco na infância e que eu forço a memória tentando recordar, pra depois encher os olhos de lágrimas e chorar, chorar de tanta angustia, tanta dor... mas eu já estou acostumada com este sentimento, foi o que mais tivemos nos últimos anos e como foram duros os últimos meses. Mas agora acabou, não é mesmo? O seu sofrimento pelo menos, não o meu. Você morreu nos meus braços, Orlando... morreu comigo. Destino? Há uma ligação ainda maior entre nós agora. E me perdoe, por favor. Eu te perdoo. Nosso cinismo e ignorância, egocentrismo e hedonismo. A gente brigava, fazia as pazes, agente, no fundo... se merecia. Destino.
Por que a vida é assim?

Nenhum comentário: